sexta-feira, 29 de junho de 2012

OUTRA VEZ, BRUCUTU


TRÉPLICA DO TEMA
A PALAVRA BRUCUTU PRECEDE OU FOI CRIADA ESPECIALMENTE PARA NOMEAR O PERSONAGEM DE HQ?


No fim do post, faça o download e leia uma aventura de Brucutu


Para evitar o cansaço do leitor, vamos tentar enxugar o debate.

Minha grande discordância
Discordo quando o amigo diz, sem apresentar provas, que o "indivíduo feio, malfeito, grande, grosseiro, não civilizado" é chamado de "brucutu" EXATAMENTE porque o personagem 'Alley Oop' foi chamado assim aqui -- e, por extensão, 'o apelido pegou'.”

Discordo, ainda, do silogismo[1] do amigo, quando afirma: “Assim, "brucutu" seria exatamente por causa do personagem de V. T. Hamlin -- cujo nome, no Brasil, talvez tenha sido dado com inspiração indígena (com seu sentido de 'escabroso, disforme, abrupto').”

Para reforçar a minha discordância, cito, do endereço, http://osquadrinhos.blogspot.com.br/2011/06/autor-jorge-hata-ola-aos-apreciadores.html  o que Jorge Hata, escreveu:

No Brasil, o personagem também emplacou. Alley Oop foi traduzido por aqui como BRUCUTU. Uma palavra bem brasileira, um termo usado para caracterizar algo grotesco, carrancudo, pouco gracioso (confirmando o meu argumento de que a palavra já existia antes de nomear o herói dos quadrinhos. Queiroz). O nome combinou com o personagem que ganhou sua publicação solo no país, na qual se manteve durante um bom tempo.”

Concordâncias
Concordo com o amigo quando transcreve o que pesquisou:

De acordo com a Prefeitura de São Gonçalo do Rio Abaixo, documentos do século XVIII referem-se à região como "Fazenda Brucutu", na época propriedade de Manoel Martins Ferreira -- Sem consenso, o termo viria provavelmente da palavra de etimologia tupi 'borocotó" que, significa ‘terreno escabroso, com muitos altos e baixos, escavado ou obstruído de pedras’, mas também ‘disforme e abrupto’.”

Quer dizer, a palavra Brucutu já existia desde o século XVII - portanto, está explicito claramente que ela não foi criada para nomear EXATAMENTE o personagem das cavernas. Permita-me repetir, somente para fixar: a palavra Brucutu, e seus significados pré-existiu à criação da série Alley Oop! Ou seja, já existia antes do personagem ser publicado no Brasil. Entretanto, acredito que pode ter se popularizado no país, após haver batizado o herói da idade da caverna.

Finalizando
Para finalizar, concordo, na íntegra, com a conclusão elegante do debate, feita pelo amigo, que considerou o tema como “um assunto minúsculo”:

Como não sou, de forma alguma, qualificado para falar sobre filologia, e já que isto foi apenas uma decorrência de uma simples observação sobre um pequeno detalhe de um aspecto da literatura em quadrinhos, creio que vou parar por aqui; claro, se alguém tiver dados novos sobre esse assunto, terei interesse em conhecê-los.
Cordialmente, José Queiroz

Independente das conclusões, postei uma revista de Brucutu - em preto e branco -  para seu desfrute, leitor amigo;



[1] Silogismo, no caso, significa partir de premissas conhecidas para uma conclusão que se contrapõe às premissas.

2 comentários:

  1. Valeu camarada, seu blog é nota 10 - Brucutu (Alley Oop) desde 1932 até hoje, é publicado interruptamente, e atualmente seu link na web é; http://www.gocomics.com/alley-oop - Eu me amarro no Brucutu, e já li quase tudo o que foi publicado. No Suplemento Juvenil, no Globo Juvenil, na Editora Brasil-América_Ebal, na Rio Gráfica Editora, na Saber e na Editora Globo, posso dizer que já li quase tudo. As aventuras do Brucutu são divididas, em infantil (aventuras em Moo), e juvenil/adulto (as suas magníficas aventuras na Máquina-do-Tempo), viajando por todas as épocas da história da humanidade, pro futuro e também para os nossos dias atuais... Com certeza, é uma das melhores histórias-em-quadrinhos que existe...

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de saber onde posso vender os quadrinhos do brucutu...
    caso alguém tenha interesse me mande um e-mail.
    thiago.schubert@gmail.com

    ResponderExcluir